sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Zeca Pagodinho


Na estreia do Programa Esquenta, Regina Casé convidou Zeca Pagodinho e toda sua família para a festa!

E para entrar no clima, Zeca conta como é o seu dia de domingo: “Todo domingo eu saio para almoçar com a minha família e também gosto de ficar em casa assistindo televisão”.

Zeca é muito ligado à família. Seu primeiro neto, filho de Eliza, ganha muitos mimos do avô coruja. Ele diz que faz questão de passar o maior tempo possível com o pequeno: “Adoro ficar com o Noah. O levo para a praia e para a piscina sempre que posso”, explica o cantor. O xodó por Noah é tão grande que ele gravou uma música em homenagem ao neto: “Orgulho do Vovô”.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

PORTELA no Esquenta


A PORTELA estreiará, no próximo domingo (02/01/2011), no Programa Esquenta, da Rede Globo!

Regina Casé será a apresentadora do programa que receberá um celeiro de bambas Portelenses: Zeca Pagodinho, Gilberto Gil, a Velha-Guarda com: Monarco, Tia Surica , Áurea Maria ,Serginho Procópio, Davi do Pandeiro, Guaracy 7 Cordas e Timbira. Também estarão presentes a Rainha da Tabajara do Samba,  Sheron Menezzes, o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira Rogerio Dornelles e Lucinha Nobre, Arlindo Cruz e Leandro Sapuchay.

No final, o nosso puxador Gilsinho, Mestre Nilo Sérgio,  Passistas e Baianas encerram o programa cantando: “ Foi um Rio que Passou em Minha Vida, de autoria de Paulinho da Viola”, transformando o estúdio de gravação em uma grande avenida.

Sem dúvidas, será um ótimo aperitivo depois da passagem do ano!


Teresa Cristina


A cantora e compositora Portelense Teresa Cristina se apresenta com o Grupo Semente dia 30/12/2010, no Carioca da Gema, na Lapa!

Como sempre, é uma grande opção para ouvir-mos um bom samba!

Serviço:

Local:  Carioca da Gema - Avenida Mem de Sá, 79.
Tel: (21) 2221-0043
Horário: 21h30
Couvert: R$ 25
Pagamento: cheque ou dinheiro
Capacidade da casa: 300 pessoas
*Proibido para menores de 18 anos

Gabrielzinho


Gabrielzinho do Irajá, é um dos convidados do PROJETO RAÍZES, em sua primeira edição em 2011!  Portelense, que tem deficiência visual, tornou-se o menino-prodígio do samba e já cantou ao lado de artistas como Dudu Nobre, Almir Guineto,Tia Surica, Monarco, Luiz Carlos da Villa, entre outros.

Surpresos com o talento do menino, os artistas começaram a convidá-lo para participar de shows em teatros e casas de espetáculos, apoio que foi determinante para o início da carreira desse jovem prodígio que hoje já tem CD gravado.

Serviço:
PROJETO RAÍZES
Local:  Casa Rosa – Rua Alice, 550 – Laranjeiras
Dia:  02/01/2011
Tel:  2557-2562

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

PORTELA - Último ensaio

A Portela realiza, na próxima quarta-feira, a partir das 20h, o último ensaio de quadra do ano.  O evento promete transformar a quadra da Escola de Oswaldo Cruz em um grande Pré-Réveillon com grandes clássicos da agremiação.

A programação terá a participação de todos os segmentos da Escola e é esperada uma grande participação de toda a comunidade.  Estamos esperando você!  Participe!

Serviço:

Pré-Reveillon Portelense - Ultimo ensaio do ano
Local:  Quadra da Portela
Endereço: Rua Clara Nunes, nº 81 - Madureira
Telefone: 2489-6440
Entrada:  franca
Classificação: Livre

Tabajara 2011



Mestre Nilo Sérgio, grande comandante da Tabajara do Samba, está preparando novidades para o desfile de 2011!

Indispensáveis nos cortejos atuais, as paradinhas em ritmo de afoxé no trecho ‘Oi, leva mar, oi, leva/ Leva a jangada numa nova direção’. Para tanto, Nilo Sérgio pretende apresentar uma coreografia, em alusão ao balanço das ondas do mar.

Nova paradinha será executada na ‘cabeça’ do samba. Os torcedores e sambistas conhecerão as bossas durante os ensaios de quadra, em Madureira, e nos ensaios técnicos no Sambódromo.

Em 2011, Nilo Sérgio terá 300 ritimistas sob seu comando.  Esperamos que tais novidades tragam, novamente, outro Estandarte de Ouro para a Escola de Oswaldo Cruz!


Escute a reportagem:  http://www.tupi.am/popOuvir.aspx?idAudio=13552

David do Pandeiro


A COMPOSITORES DA PORTELA BLOG homenageia mais um grande Compositor Portelense, DAVID DO PANDEIRO, pelo seu aniversário!

David de Araújo, o David do Pandeiro, um músico tão versátil. Samba, coco, embolada, martelo, samba-de-roda, batuque, samba-sincopado, jongo, catimbó... suas composições podem passear por muitos dos inúmeros ritmos brasileiros.

Começou sua vida musical cantando em programa de calouros na Rádio Mayrink Veiga. Trabalhou como ritmista profissional em gravadoras e participando em conjuntos de “samba-show”. Entre 1948 e 1950 participou do conjunto do Herivelto Martins. Mas o que de fato o projetou foram as escolas de samba, onde atuou como pandeirista-malabarista e compositor.

Sua vida nas escolas de samba começou na Paz e Amor, de Bento Ribeiro, como Pandeirista-show e, depois como compositor. Quando a Paz e Amor acabou, foi para a Acadêmicos de Bento Ribeiro, onde formou dupla com Dimas do Pandeiro (seu aluno). Por volta de 1954, a dupla mudou-se para a União de Jacarepaguá, e para a Mangueira, aproximadamente em 1957 onde formaram trio com Humberto. Em 1961, foi para o Império Serrano, como pandeirista-show e como compositor. 


Na Império Serrano disputou e ganhou o samba-enredo dois anos seguidos: Rio dos Vice-Reis, em 1961, com Aidno Sá e Mano Décio da Viola. Em 1962, com Aidno Sá e Guaraciaba, Rio de ontem e de hoje. Permaneceu no Império até 1963, quando saiu e foi para a Portela, a convite de Natal.

Na Portela, junto Candeia, Casquinha, Picolino, Casemiro, Arlindo e Jorge do Violão, criou o conjunto Mensageiros do Samba, que gravou um LP em 1966, pela Polygram.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Carlos Reis


PARABÉNS CARLOS REIS!

Ele é o primeiro Destaque Portelense e está completando, hoje, mais uma primavera! 


domingo, 26 de dezembro de 2010

PORTELA em Ramos


A PORTELA estará presente no reveillon em Ramos!

O mestre-sala Rogerinho, da Portela, que vai fazer exibição, ao lado de outros componentes da azul-e-branco, no Piscinão de Ramos:

- Ficar próximo do povo traz uma energia boa demais, com muito axé. As pessoas que curtem samba, mas nem sempre têm oportunidade de ir ao Sambódromo ou à quadra para ver a escola, poderão aproveitar a oportunidade. Será um grande presente - acentua o mestre-sala, demonstrando a sua satisfação com um largo sorriso. 

sábado, 25 de dezembro de 2010

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Alvaiade


 

Um dos maiores ícones da Ala de Compositores da PORTELA, estaria completando 97 anos em 21/12/2010!  Nada melhor do que Paulinho da Viola e Marisa Monte para homenageá-lo, interpretam, de sua autoria:  O mundo é assim!  SALVE ALVAIADE!

Oswaldo dos Santos nasceu na Estrada do Portela, no bairro de Oswaldo Cruz, subúrbio do Rio de Janeiro. Ficou órfão ao cinco anos. Começou a trabalhar como tipógrafo aos 13 anos. O apelido Alvaiade lhe foi dado por companheiros de futebol, atividade a que esteve ligado durante muito tempo, inclusive jogando pelo time da Portela. Atuou também na Associação Atlética Portuguesa. Em 1926 compôs seu primeiro choro, "O que vier eu traço", em parceria com Zé Maria, gravado posteriormente por Ademilde Fonseca. Naquela época, revelou suas qualidades de sambista e de orador habilidoso, sendo designado, na ausência de Paulo da Portela, a receber os convidados ilustres ou a representar a escola nas visitas a outros redutos. Inicialmente, apresentava-se acompanhando outros compositores, tocando cavaquinho de centro. Mais tarde, passou a compor para a escola. Um dos fundadores da UBC (União Brasileira de Compositores), tocava diversos instrumentos de percussão e cavaquinho. Em 1928, Paulo da Portela o convidou a integrar a Escola de Samba Vai Como Pode, que mais tarde se chamaria Portela. Integrou a Ala de Compositores da Portela. Em 1942, em parceria com Bibi, seu samba-enredo "A vida do samba" classificou a escola em 1º lugar. No ano seguinte, em parceria com Nílson, compôs o samba-enredo "Brasil, terra da liberdade", com o qual a Portela venceu o desfile daquele ano. No ano de 1947, outra vez a Portela foi campeã com um samba de sua autoria, "Honra ao mérito" (c/ Ventura). Participou de vários espetáculos no teatro Opinião do Rio de Janeiro na década de 1960, sempre tocando cavaquinho e cantando suas composições. Foi o responsável pelo lançamento de diversos compositores, entre eles Manacéia, Walter Rosa, Candeia e Chico Santana. Desempenhava na escola de samba da Portela diversas funções, inclusive administrativas. Faleceu em 1981. Entre suas músicas mais conhecidas, destacam-se "Marinheiro de primeira viagem", lançada pela dupla Zé e Zilda, e gravada também por Jorge Veiga em 1961, "Embrulho que eu carrego" e "Banco de réu", as duas em parceria com Djalma Mafra.

Teresa Cristina


MELHOR ASSIM (2010)

01 - A voz de uma pessoa vitoriosa / Cantando
02 - Poesia
03 - Beijo sem (part. Marisa Monte e Pedro Baby)
04 - Melhor assim
05 - Guardo em mim
06 - Lembrança
07 - Pura semente (part. Seu Jorge)
08 - Couve é nome de Maria
09 - Convite à tristeza
10 - Capitão do mato
11 - Morada divina
12 - Festa imodesta (part. Caetano Veloso)
13 - Trégua suspensa (part. Lenine)
14 - Coisas banais (part. Arlindo Cruz)

Marquinhos de Oswaldo Cruz


Perfeito exemplo da jovem-guarda Portelense!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Paulo da Portela


PAULO DA PORTELA, um líder!

PORTELA - Carnaval 2011

Para o desfile de 2011, a Portela prepara ala que retratará o navio negreiro, onde relembrará o sofrimento dos negros que foram escravizados pelos portugueses e trazidos em navios negreiros.  O grupo tem cerca de cem componentes, entre homens e mulheres afrodescendentes de idades variadas.

O desfile será dividido em oito setores, sendo que o primeiro é chamado de setor de abertura, com a comissão de frente, primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, ala do cortejo e finalmente o abre-alas. Haverá momentos em que mestre-sala e porta-bandeira se apresentarão simultaneamente à comissão de frente, dando continuidade à representação do grupo de abertura. A ideia é proporcionar o sentido de unidade, com a história sendo contada por passagens nesta fase inicial.

Quanto aos protótipos das fantasias, de acordo com Roberto Szaniecki, não devem ser exibidos em festa, mas os torcedores da escola terão oportunidade de conhecer os figurinos antes do carnaval.

- Provavelmente, não exibiremos em festa de protótipos, pois já estamos na fase de reprodução. Mas faremos a divulgação do trabalho. Queremos mostrar que o trabalho está bom - disse Szaniecki.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Marisa Monte (Turnê)


Marisa Monte, cantora Portelense roxa, há tempos longe das turnês, volta aos palcos em 2011 para cinco apresentações especialíssimas com a Orquestra Sinfônica Brasileira.

Desta vez, Rio e São Paulo ficarão de fora, e no roteiro, shows em Salvador, Fortaleza, Belo Horizonte e Brasília.

Vamos aguardar!  Ver show de Marisa, já é prenúncio de um bom gosto, do jeito do Portelense!

G.R.E.S. Portela


Como antigamente, a Majestade do Samba visitou a Imperatriz  e nosso casal de mestre-sala e porta-bandeira fez uma bela apresentação! 
SALVE OSWALDO CRUZ!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

sábado, 18 de dezembro de 2010

Teresa Cristina

Teresa Cristina com a Orquestra Sinfônica da Petrobras. Foto de André Teixeira

A cantora e compositora Portelense Teresa Cristina se apresentará com a Orquestra Petrobras Sinfônica, no I Baile Sinfônico da Lapa, e o show começará às 17 h nos Arcos da Lapa!

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Portela 1997 - Ala de Compositores


Veja o vídeo da TV Manchete em 1997, quando a PORTELA homenageou Olinda!

Sheron - Rainha da Tabajara


A atriz Sheron Menezes dá suas primeiras expectativas sobre ser a Rainha da Tabajara do Samba!

Alcides - Compositor Portelense

A COMPOSITORES DA PORTELA homenageia mais um grande baluarte de sua farta galeria de Compositores! 

Alcides Dias Lopes, também chamado de ‘Malandro Histórico da Portela’, foi um dos mais importantes nomes da Escola, Mestre de Canto, responsável pela resposta de improviso na segunda parte das composições durante os desfiles e as rodas de samba. Excelente partideiro, fez fama sua prodigiosa memória, capaz de impressionar até mesmo os mais experientes versadores. Foi ainda o grande responsável pelo registro oral das obras de Paulo da Portela e de seus companheiros mais antigos, fundadores da Escola. Era capaz de contar com detalhes toda a história da Portela. Nasceu (17-12-1909) e morreu (09-11-1987) no Rio de Janeiro, cidade que amava.

Na juventude, levou vida de malandro, vagando sem destino e sem ocupação fixa pelas ruas do Rio. Seu primeiro emprego só veio depois do casamento com Guiomar, com quem teve quatro filhos. Foi manobrista e sinalizador de trens da Rede Ferroviária Federal, trabalhando perto do subúrbio de Benfica. Tor-nou-se então um ‘chefe de família’, aposentando-se em 1947. Porém, mesmo trabalhando, Alcides nunca faltava aos ensaios da Escola. Estava sempre presente, com sua fisionomia fechada, seu tronco avantajado e seu modo simples de se vestir.

Em 1947, compôs seu samba mais conhecido, a autobiográfica ‘Vivo Isolado do Mundo’ (‘Eu vivia/ iso-lado do mundo/ quando eu era vagabundo/ sem ter um amor/ hoje em dia/ eu me regenerei/ sou um chefe de família/ da mulher que amei’). A primeira gravação desta música foi feita por Candeia e Manacéa, que incorporaram alguns versos, cantados até hoje nas rodas de samba. Monarco parece ter feito a gravação definitiva e Zeca Pagodinho regravou o samba, dando-lhe nova roupagem. Seu primeiro samba gravado foi ‘Olinda’ – também chamado de ‘Vem, Ó Linda’ –, parceria com Jair do Cavaquinho. A gravação se deu em 1965, com o próprio Jair e o conjunto ‘A Voz do Morro’. Participou do primeiro disco da Velha Guarda da Portela, em 1970, com o belíssimo samba ‘Ando Penando’.

Um de seus parceiros mais constantes foi Monarco. Da dupla se destacam: ‘Amor de Malandro’, ‘Enganadora’ (gravadas por João Nogueira), ‘Você pensa que eu me Apaixonei’ (gravada por Beth Carvalho), ‘Se eu soubesse vem Depois’ (gravada por Roberto Ribeiro), ‘Abra as Vistas, Rapaz’ (gravada por Zeca Pagodinho) e ‘Deixa meu nome em Paz’ (gravada por Monarco e Velha Guarda da Portela). Outro parceiro importante foi Chico Santana, com quem compôs ‘Eu vou Embora’, ‘Minha Orelha’ e ‘Quanto mais eu Rezo’ (todas gravadas por Jorge Aragão).

Um dos maiores divulgadores póstumos da obra de Alcides foi Zeca Pagodinho, que gravou ‘Dona do meu Coração’ (com participação de Argemiro), ‘Já sei de tudo, Mulher’, ‘Meu Tamborim’ e ‘Vivo Muito Bem’, entre outros. Alcides compôs ainda com sambistas como Nelson Cavaquinho – parceria que per-manece inédita até hoje.

Apesar de ter sido excelente intérprete e compositor, Alcides Lopes jamais gravou um disco individual. Os únicos registros disponíveis são duas participações ao lado de Dona Ivone Lara, nas músicas ‘Quando a Maré’ (de Antônio Caetano) e ‘Já Chegou quem Faltava’ (de Nilson Gonçalves), presentes no disco ‘Samba – Minha Verdade, Minha Raiz’ (Odeon, 1978). Como reconhecimento por sua contribuição à Portela, seu retrato foi incluído na galeria do Pavilhão de canto do Portelão.

Wilson Moreira


O Lapinha diz que “atendendo a pedidos”, abrem as portas para receber Wilson Moreira e Nei Lopes. O show é no próximo sábado.  É o terceiro encontro de uma das duplas mais prolíferas e criativas da música brasileira.

O Lapinha abre às 20:30 e o show começa às 22:30.
Ingressos: R$ 30.
LAPINHA - Av. Mem de Sá, 82. Tel: 2507 3414/2242 0222.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Marçalzinho

 

 

Amanhã, 17/12/2010, Marçalzinho, Armando de Souza Marçal, Portelense, Instrumentista (percussionista) estará fazendo mais uma primavera!

Neto de Marçal (autor de vários clássicos do samba em parceria com Bide). Filho de Mestre Marçal (diretor de bateria da Portela por 22 anos e cantor).

Iniciou a carreira artística aos 16 anos de idade, na bateria da Portela, no final dos anos 1970, integrou o grupo de Paulinho da Viola.

A partir dos anos 1980, passou a tocar com vários artistas, tendo atuado com Paralamas do Sucesso, Emílio Santiago, Gal Costa, Caetano Veloso, Djavan, Nei Lopes, João Bosco e Lulu Santos.

A Compositores da PORTELA parabeniza este grande Portelense!

Monarco e Zeca Pagodinho

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

PORTELA - Preparativos


Estamos levando aos Portelenses, mais um pouco dos nossos preparativos para 2011!  Nosso carnavalesco explica mais um pouco do enredo e nosso puxador Gilsinho canta nosso hino, acompanhado de integrantes da Tabajara do Samba, além de nossas passistas! 

PORTELA - Luto

Morre Tia Dora, a mais antiga pastora da Portela!



Morreu na tarde de ontem Doralice, às vésperas de completar 93 anos; dois a mais que Tia Dodô, sua grande inesquecível amiga, parceira, companheira de quase toda vida.

Nascida no Morro do Pinto em 1918, foi vizinha de Paulo Benjamim de Oliveira, na Rua Rego Barros.

Na década de 1920 sua tia Diva conquistaria o coração de Antonio Caetano, desenhista da imprensa naval responsável pela base da estruturação carnavalesca da escola que nascia.

Dora fora morar na lendária Fazenda Theófilo, na esquina da Estrada do Portela com Rua Joaquim Teixeira e que ocupava todo o quarteirão. Ali onde moravam o menino Natal, seu irmão Nozinho e sua irmã Vicentina, todos filhos de Napoleão Nascimento migrado para cá com a decadência da lavoura do café, vindos de Queluz no vale paraibano paulista.

Ali brincou de boneca com Vicentina e fez muita traquinagem com Nozinho junto à mangueira ainda hoje existente. Dali  veriam a Portela ser fundada por Paulo, Rufino e seu já tio Caetano. Viu a primeira bandeira ser bordada por Diva, a primeira águia ser concebida por seu tio.

Se esbaldou em muitos carnavais como pastorinha da Portela.

Ainda adolescente, quase diretora da “Vai Como Pode”, chefiava um grupo de operárias em uma fábrica de cartonagem na Rua Visconde da Gávea. Ali conheceu outra adolescente, também operária que passava a trabalhar sob sua supervisão: Maria das Dores, a menina que ela própria levaria para a escola distante de Oswaldo Cruz e transformaria na primeira porta-bandeira do primeiro título da escola.

Daí para frente se tornavam “unha e carne”, até hoje de tarde quando Dora foi embora. Dora um dia se casou, constituiu bela e sólida família e nunca mais voltou a Oswaldo Cruz.

Com filhos e netos criados, sua maior alegria era no carnaval. Ainda que só pela TV assistir sua escola na avenida. Aquela águia, tão íntima, aquela mesma bandeira, aquelas cores. Via ali aquelas imagens, lembrava das ruas descalçadas de Oswaldo Cruz, dos desfiles da Praça Onze e da voz potente e inesquecível de João da Gente, que tanto admirava.

Por vezes chorava. Sentia que para ela só o tempo passava, a Portela, nunca. Para o último carnaval mandei fazer para ela uma camisa da Portela meio a meio com a do Fluminense, seu clube de coração.

Teve uma grande alegria com o título do Fluminense. Pena não ter vivido mais um carnaval. Quem sabe veria sua escola campeã. 

Com certeza, dona Doralice viu este patrimônio cultural brasileiro nascer e se tornar figuara ímpar do carnaval do Brasil!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Noca da PORTELA


Daqui a pouco, às 18h, mais uma opção para o carioca e turista que visita o Rio de Janeiro, será inaugurado o Botequim da Cidade do Samba!

Para iniciar a conversa, Noca da PORTELA, Jorge Aragão, Grupo Raça e Marquinho Sathan farão show inaugural do boteco!  Com certeza, o Botequim será sucesso!

Até 20h30, mulheres não pagam. É o cavalheirismo à moda do carnaval. Vai lá, você aí!

PORTELA 2011 - Preparativos

Em 2011, a Portela terá cinco alas coreografadas em seu desfile de 2011. No total são 580 componentes inscritos para os ensaios. Eles serão divididos nos oito setores do enredo "Rio, azul da cor do mar", cujo objetivo é atrair, em especial, os expectadores para determinados momentos da apresentação da azul-e-branca.

Uma das apostas é a interação de algumas alas com os carros alegóricos.

Os ensaios acontecem na quadra e na Cidade do Samba. Em breve, também haverá treinos na Marquês de Sapucaí, mas só de madrugada, para evitar os curiosos. Já há filas de espera para pessoas que têm interesse em desfilar nas alas coreografadas.

Os coreógrafos responsáveis são Jerônimo e Márcio Moura, que também é responsável pela comissão de frente, além de seus respectivos assistentes.  Em 2011, a Portela desfilará com um contingente de 3.500 componentes.

domingo, 12 de dezembro de 2010

Wilson Moreira

Parabéns Wilson Moreira


Neste domingo, 12 de dezembro, Wilson Moreira, nobre Compositor Portelense, completa 74 anos. Criado no subúrbio carioca de Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro, o compositor traz nas costas uma tradição musical centenária.

Sua família praticava o jongo, uma misteriosa mistura de canto, dança e batuque com um toque de ritual secreto, que esteve presente por todo o estado do Rio de Janeiro, parte de São Paulo e Minas, e que seus avós cultivaram no Vale do Paraíba.

“Não cheguei a conhecer meu avô. Mas convivi com a Tia Alice, de Paraíba do Sul, e com mestres como Rufino, Aniceto, Fuleiro e Vovó Tereza. No Estado do Rio, o jongo ainda é tocado em Machado e Dorândia, lá para os lados de Piraí”, conta, referindo-se a velhos jongueiros do morro da Serrinha. 

Wilson Moreira é um exemplo, assim como Candeia, de resistência ao verdadeiro SAMBA!

sábado, 11 de dezembro de 2010

Zeca Pagodinho

Conforme divulgado em nosso BLOG, o show "Vida da minha vida" de Zeca Pagodinho levou diversos famosos ao Citibank Hall, na Barra, nesta sexta.

O show reuniu músicas novas como "Poxa", "Garanhão" e "Orgulho do vovô" e canções clássicas como "Deixa a vida me levar" e "Verdade".

Entre os presentes
, estavam a atriz Regina Casé, Adriana Bombom, Gilberto Gil e Beth Carvalho.  Em se falar de Zeca Pagodinho, com certeza, é sucesso!

Dorina

A cantora Dorina faz show de pré-lançamento do novo CD "Brasileirice", dia 16/12, quinta-feira às 19h. O CD traz músicas de Arlindo Cruz, Monarco, Wilson Moreira, Nei Lopes e Zé Renato, além de um samba de Fagner e Belchior - "Noves Fora".

Dorina costuma falar que o teatro do Centro Municipal de Referencia da Música dá sorte pra todos os CD's que ela lança.
 
Será o primeiro show com as músicas do CD novo, sem esquecer seus grandes sucessos.

Noca da PORTELA


NOCA da PORTELA, sempre atuante!

Por falar em Noca, Jorge Aragão e Marquinho Santana fazem o show da próxima segunda-feira na Cidade do Samba. Ingressos a R$10. Até 20h30m, mulher não paga.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Zeca Pagodinho


Zeca Pagodinho nos bastidores do "Vida da minha vida"

Monarco


Monarco, Compositor Portelense e líder da Velha Guarda da PORTELA, é o convidado da Roda de Samba do Projeto Raízes!

Dia 12/12, Monarco, com mais de 50 anos de carreira e autor de músicas que foram sucessos nas vozes de Martinho da Vila (Tudo menos Amor), Paulinho da Viola (Passado de Glória) e Clara Nunes (Rancho da Primavera).

PROJETO RAÍZES - DNA do Samba convida Monarco
Local:  Casa Rosa - Rua Alice, 550 – Laranjeiras / Informações: 2557-2562
Dia:  Domingo, dia 12 de dezembro às 17h
Entrada com feijoada: R$ 28
Entrada sem feijoada: Até 19h - R$ 15,00
Após 19h - R$ 20,00

Compositores Portelenses - Samba de Quadra

 

Acompanhe os sambas de Compositores Portelenses no Concurso da Light!


O 3º Concurso de Samba de Quadra terá a finalíssima no próximo dia 17 de fevereiro de 2011, no Circo Voador. A festa será apresentada pelo produtor, jornalista e historiador da música popular brasileira Haroldo Costa e contará com um grande show de Diogo Nogueira e do grupo Fundo de Quintal. A entrada é franca. Os ingressos serão retirados somente uma hora antes da abertura da bilheteria, que acontecerá às 21 horas.

Promovido pela Light e com direção geral de Paulo Roberto Direito, o 3º Concurso de Samba de Quadra recebeu, desde o seu lançamento, em setembro último, mais de 1300 inscrições.

O autor do samba vencedor receberá R$ 5 mil e o Troféu Jamelão. O segundo e o terceiro colocados serão contemplados com R$ 3 mil e R$ 2 mil, respectivamente. Os dez melhores sambas vão integrar um CD, produzido pela gravadora Fina Flor.

A GRANDE CONQUISTA (Marquinho do Pandeiro e Monarco)
LADO OPOSTO (Wanderley Monteiro e Ivan Milanez)
NÃO SE CALA O SAMBA ASSIM (Espanhol e Sylvio Paulo)
SUBURBANO (Noca da Portela, Noka Neto e Toninho Nascimento)
ME LIBERTEI (Darcy Maravilha e Henrique Damião)

Com certeza, a Compositores da PORTELA estará torcendo por todos!

Zeca Pagodinho

“O ano de 2010 foi ótimo, tudo o que Deus me dá é demais, não reclamo de nada”, conta o sambista, que convidou o escritor e pesquisador Sergio Cabral para comandar a direção artística do show.

“Só pedi a ele que não me desse texto, nem me pedisse para sair por aqui e entrar por ali. Só quero saber de cantar meu samba. Os novos e os antigos”, jura Zeca, que incluiu no repertório ‘Orgulho do Vovô’, parceria sua com Arlindo Cruz, feita para o neto Noah, de 10 meses. “Sempre canto para ele. Fizemos um clipe na praia que arrasou no lançamento do show, em São Paulo. Ninguém quis nem mais olhar para mim depois de ver o Noah”, exagera.

ZECA PAGODINHO

CITIBANK HALL
Avenida Ayrton Senna 3.000, Shopping Via Parque, Barra da Tijuca (4003-6464).
Dias: 10 e 11/12, às 22h.
Preços - de R$ 60 e R$ 180.
Faixa etária: 16 anos.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Dorina



A cantora Portelense Dorina lança o CD Brasileirices, com participações de Mart´Nália, Dirceu Leite, Marcos Esguleba, Luis Barcellos, Rogério Caetano, e com composições de Wilson Moreira, Belchior e Arlindo Cruz, entre outros.

A cantora Dorina apresenta seu show Brasileirice no Carioca da Gema, na quinta-feira, 23, às 21 horas, acompanhada pelo grupo Samba com Atitude, com participação escpecial de Bia Aparecida. Rua Mem de Sá, 79, Centro!  A agenda está cheia!

Wanderley Monteiro


Um dos compositores campeão na PORTELA 2011, o Compositor Portelense  Wanderley Monteiro, se apresenta no Centro Municipal de Referência da Música Carioca Arthur da Távola, participará da Roda de Samba no Jardim - Batuque da Tijuca.

A Roda de Samba é integrada por compositores moradores da Tijuca!  Vale a pena conferir!

Serviço:

Batuque da Tijuca
Local:  Centro Municipal de Referência da Música Carioca Arthur da Távola
Rua Conde de Bonfim, 824 - Tijuca - RJ
Informações:  3238-3831.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Wilson Moreira



Wilson Moreira, nobre Compositor Portelense está lançando  alguns projetos!  Domingo ele faz show na Associação Atlética Banco do Brasil, Rua Hadock Lobo, 227 – Tijuca, às 15 horas. A entrada é gratuita.

Angela Nenzy, sua esposa, é a grande idealizadora destes projetos. Ao todo são seis: Centro Cultural Solar Wilson Moreira, Bloco de Carnaval, Documentário, Biografia, dois CD's e o relançamento de uma história em quadrinhos sobre Wilson.

Sambista resistente, Wilson Moreira revela:  “O compositor não pode parar. Continuo compondo muito. Até hoje me procuram pedindo música.”

E ainda manda um recado:  “Avisa a eles que nós vamos fazer um samba de qualidade na terça-feira. Preparem as cadeiras, meninas, que eu vou cantar muito jongo e afoxé. Alô rapaziada, vamos chegar juntos no dia 19 de fevereiro lá no Bar da Ladeira”. 

Sem dúvidas, nosso grande compositor Wilson Moreira é um grande exemplo do resgate a cultura nacional e por isto tem que ser sempre lembrado!  Esperamos que o apoio a estes projetos seja dado, porque a matéria-prima é de excelente qualidade!

VALEU ALICATE!  MUITO SUCESSO!

Surica

 

Salve o bom samba e o feijão carioca!

A tradicional feijoada da Tia Surica trará a roda de samba do grupo Batuque na Cozinha e uma participação especial. Sempre sob a batuta da Tia Surica. É a mistura perfeita de samba e feijão.

Tia Surica, a simpática pastora da Portela, já virou uma referência da mais pura carioquice e sua feijoada desperta curiosidades em quem não provou e água na boca de quem sempre volta para saborear. O segredo do sucesso do feijão, ela não revela de forma alguma, mas também ninguém precisa mesmo saber. O que todos querem é comer e sambar. 

Serviço:
Dia 18/12– Sábado de 13h às 17h30
Rua: Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia

Preço:
R$ 35,00 – (Feijoada + Roda de Samba)
Classificação: 16 anos

Eliane Faria e Darcy Maravilha


Os Compositores Portelenses, Eliane Faria e Darcy Maravilha no Tabuleiro da Baiana - Programação de Dezembro/2010!

PORTELA 2011 - Enredo


O carnavalesco Szanieck explica o enredo da PORTELA em 2011

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Zeca Pagodinho



A festa de réveillon de Copacabana deste ano terá como atrações principais do Compositor Portelense e cantor Zeca Pagodinho e Daniela Mercury.

Eles irão se apresentar no palco Brasil, que será montado em frente ao Hotel Copacabana Palace, na zona sul do Rio de Janeiro.

Compositores da PORTELA


REUNIÃO!

Haverá reunião da Ala de Compositores dia 14/12 às 20 hs, para tratar de vários assuntos.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Paulo Cesar Pinheiro

O Compositor Paulo Cesar Pinheiro (autor de Portela na Avenida, junto com Mauro Duarte) está lançando mais um CD!



01. TOQUE DE AMAZONAS
02. TOQUE DE BENGUELA
03. JOGO DE DENTRO
04. TOQUE DE SÃO BENTO GRANDE DE ANGOLA
05. TOQUE DE SÃO BENTO PEQUENO
06. TOQUE DE CAVALARIA
07. TOQUE SE SANTA MARIA
08. TOQUE DE BARRAVENTO
09. TOQUE DE IÚNA
10. TOQUE DE ANGOLA DOBRADA
11. TOQUE DE ANGOLA
12. TOQUE DE IDALINA
13. JOGO DE FORA
14. TOQUE DE TICO-TICO
15. SAMBA DE RODA


Como sempre, vale a pena conferir!

domingo, 5 de dezembro de 2010

PORTELA - Feijoada Dez/2010

Foi mais um grande sucesso a Feijoada da Família Portelense!  Em Oswaldo Cruz e Madureira o carnaval já começou!


Serginho Procópio e Marquinhos de Oswaldo Cruz


Monarco e Marquinho do Pandeiro



Nilce


Tabajara do Samba

Lucinha Nobre


Ela chegou com toda a sua garra e contagiou a todos os Portelenses!  Já faz parte da grande galeria de portas-bandeira da PORTELA!

Vestiu a camisa da Majestade do Samba e parece cria da casa!  A COMPOSITORES DA PORTELA parabeniza LUCINHA NOBRE, nossa grande porta-estandarte, que no dia de hoje completa mais uma primavera!

PARABÉNS Lucinha!

Serginho Procópio


Mais um grande Compositor Portelense está fazendo aniversário!  Grande nome da jovem guarda portelense, Serginho Procópio, cantor, compositor e cavaquinista.

Filho de Osmar do Cavaco, cavaquinista da Velha-Guarda da Portela, foi criado nas rodas de samba acompanhando o pai.

Dados Artísticos

Em 1992, Zeca Pagodinho, no disco "Um dos poetas do samba", lançado pela gravadora RCA, interpretou "Talarico, ladrão de mulher", parceria de ambos. No ano seguinte, no disco "Alô, mundo", Zeca Pagodinho incluiu "Mandei um toque" (c/ Espingarda de Xerém e Zeca Pagodinho).

No ano de 1995, o Grupo Fundo de Quintal, em seu disco "Palco iluminado", incluiu de sua autoria "Vem me dar um beijo", (...)

 

Obras

  • Encaixe perfeito (c/ Luiz Claúdio Picolé)
  • Mandei um toque (c/ Espingarda de Xerém e Zeca Pagodinho)
  • Me deixa (c/ Acyr Marques e Marquinhos PQD)
  • Paixão de um velho cais (c/ Franco)
  • Quero ter forças pra lutar (c/ Netinho e Luiz Cláudio Picolé)
  • Talarico, ladrão de mulher (c/ Zeca Pagodinho)

A Compositores da PORTELA parabeniza pela sua data!

sábado, 4 de dezembro de 2010

Zé Keti


Ainda na comemoração do Dia Nacional do Samba, os compositores Ismael Silva e Zé Kéti serão homenageados.

Através do programa Minha Casa, Minha Vida, no terreno do antigo Complexo Frei Caneca, os dois condomínios que serão construídos vão ganhar o nome dos artistas que integraram o cenário boêmio do Rio de Janeiro.

Zé Keti, criado no subúrbio da capital, foi parceiro do mestre Pixinguinha e teve suas músicas gravadas por artistas como Jorge Goulart e Jameão. Entre seu repertório estão sucessos como "A voz do morro" e "Máscara Negra", até hoje interpretadas por diversos artistas da MPB.

Da Central à Oswaldo Cruz

Na chegada a Oswaldo Cruz, Monarco e Aluizio Machado fazem a festa dos sambistas. Foto de Reginaldo Pimenta

Shows com grandes nomes do ritmo vão da Central até Oswaldo Cruz!  VELHA GUARDA da PORTELA no Trem do Samba: atrações em todos os vagões.

A festa é brasileiríssima,  já que, além do samba protagonista, o evento envolve cerveja e composições da Central do Brasil. O Trem do Samba começa às 11h, com show na estação de partida, e segue, nos vagões, até Oswaldo Cruz, a Terra do SAMBA.

Continuação da comemoração do Dia Nacional do Samba, aonde a festa é comandada por Marquinhos de Oswaldo Cruz, que recebe no show da Central bambas como Monarco, Wilson Moreira e Nelson Sargento, além das principais Velhas Guardas e da Bateria do Mestre Faísca. Em seguida, é hora de embarcar num dos três trens, que têm shows em todos os vagões, com destino ao samba de Oswaldo Cruz. Lá, três palcos abrigarão nomes como Noca da Portela e Délcio Carvalho.

-  A festa do Dia do Samba este ano é em dois dias, com esse monte de opções, para o pessoal ter mais prazer. Antes, estava muito cheio — conta Marquinhos, explicando que o motivo da novidade foi o sucesso.

O compositor vai vestido de branco e gostaria de ver o público com a mesma cor lá, onde vai apresentar a nova música, “A PAZ”,  já divulgado no BLOG, em que divide com Fred Camacho versos como “Vou me embriagar”  e “A paz pra eu sonhar e celebrar a vida.”

Com certeza, mais um sucesso com o jeito PORTELENSE de respeito ao VERDADEIRO SAMBA!

Monarco

Mestre Monarco e seus gostos preferidos!

"Gosto de ir à Portela, de ver as ondas em Copacabana. Gosto de ir à ABI (Associação Brasileira de Imprensa), na Araújo Porto Alegre, onde tem três mesas, duas de sinuca e uma de bilhar francesa, onde Villa-Lobos gostava de jogar. Gosto de ir até lá e sentar onde o Barão de Itararé lia jornal, onde Nássara via televisão.  E gosto de ir à Portelinha, em Oswaldo Cruz, onde eu fazia sambas de terreiro."

SALVE MONARCO!

Joao Nogueira (com a PORTELA)



João Nogueira, grande Compositor Portelense e a Majestade do Samba!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

PORTELA - Apresentação

PORTELA - CD 2011

A PORTELA se fez representar na festa do lançamento do CD das Escolas de Samba 2011!


Gilsinho


Lucinha e Rogerinho


Sheron


Compositores Escafura, Luis Carlos e Naldo

Marquinhos de Oswaldo Cruz

O Compositor Portelense, Marquinhos de Oswaldo Cruz, além da organização com o grande evento "Trem do Samba", fez o samba "A PAZ", acompanhe a letra:

A PAZ (Marquinhos de Oswaldo Cruz e Fred Camacho)

Da paz só ru´linas se podem ver
Oh PAZ alvejada ao amanhecer
Estás maltrapilha a padecer
Restam trapos pra juntar
A PAZ dos escombros vem ascender
Legar gotejando um amanhecer
Sangra palafitas que brotam sem César
Lutar dessas trevas os pilares vão ceder
Então vou me embriagar
Não consigo me conter
Minha ira derramar
Entorpecido com a loção que vem do amor
Oh meu Deus aonde estás
Que não vem me socorrer
E se nega abençoar
O pão nosso de cada dia
Pai Oxalá, oh meu Ala, com Jeová, vem dar o sopro de partida
Vem detonar, tomar a PAZ e celebrar a vida!


quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Dia Nacional do Samba

SALVE O SAMBA!
Nada melhor para exemplificar do que a Melhor Velha Guarda do Mundo do Samba!


Marquinhos de Oswaldo Cruz, compositor portelense, reúne as velhas guardas da Portela e do Império Serrano, o Jongo da Serrinha, Mauro Diniz e Renatinho Partideiro. No sábado, a partir das 11h, no mesmo palco, antecedendo a partida do trem, Marquinhos recebe em outro show Wilson Moreira e Nelson Sargento, além das velhas guardas.

A tradição do samba nos trens do subúrbio carioca começou na década de 20 do século passado, com um dos fundadores da Escola de Samba Portela, Paulo Benjamin de Oliveira, mais conhecido como Paulo da Portela. Somente em 1992, no entanto, por iniciativa do portelense Marquinhos de Oswaldo Cruz, é que foi criado o Trem do Samba, que começou com apenas um carro de uma composição, reunindo algumas dezenas de sambistas.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Marquinhos de Oswaldo Cruz

Vem aí a grande festa para a comemoração do DIA NACIONAL DO SAMBA! 

O Compositor Portelense Marquinhos de Oswaldo Cruz, grande organizador do evento, relata fatos relativos a festa, assim como os eventos que serão realizados no dia!

Oto Enrique Trepte - CASQUINHA

PARABÉNS CASQUINHA!



Compositor Portelense, nasceu no subúrbio de Oswaldo Cruz, onde desde cedo teve contato com o samba.  Inicialmente começou compondo para um bloco carnavalesco do bairro onde morava.

Aos 26 anos, ingressou para a Ala dos Compositores do Grêmio Recreativo e Escola de Samba Portela.  Exerceu várias profissões, como pintor de paredes e contínuo do Banco Mercantil de Descontos.

Tocava vários instrumentos de percussão, destacando-se o tamborim

Alguns dos seus sambas:

A chuva cai lá fora (c/ Argemiro)
A Velha-Guarda da Portela
Cabelo danado
Cantor de sacola
Celeiro de heróis (c/ Candeia)
Era quase madrugada (c/ Candeia)
Interesseira (c/ Jorge de Oliveira)
Maria sambamba
Meu bairro
Mudei de opinião (c/ Bubu)
O ideal é competir (c/ Candeia)
O samba não tem cor
O sol (c/ Argemiro)
Preta aloirada
Recado (c/ Paulinho da Viola)
Se eu conseguir (c/ Picolino da Portela)
Tantos recados (c/ Candeia)
Vem, amor

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Alfaiate - Homenagem


Walter Alfaiate, nobre Compositor Portelense, será homenageado amanhã (1/12/2010) no Centro Municipal de Referência da Música Carioca Arthur da Távola, a partir das 17 h!

A partir das 19h, haverá show de sua filha Claudia Nunes e convidados amigos do compositor!

A exposição "EM NOME DO PAI - O acervo de WALTER ALFAIATE", foi organizada por sua filha.

O samba de raiz é apreciado por públicos alternativos dentro do mercado musical, muito já foi documentado sobre o samba, suas raízes e sua trajetória. O diferencial deste projeto é justamente contar toda história da vida e obra de Walter Alfaiate na música e na sua profissão de Alfaiate. 

Alfaiate foi a personificação da nobreza portelense!  Sua postura e educação mostra o que Paulo da Portela sempre desejou do sambista!  Bela homenagem!

Centro Municipal de Referência:  Rua Conde de Bonfim, 824 - Tijuca.  Informações:  3238-3831. 

Portelenses homenageados


O Portelão será palco da festa de apresentação dos protótipos das fantasias que a Acadêmicos do Engenho da Rainha levará para Avenida no desfile de 2011.

A escola desfila no Grupo C, vai homenagear a Portela com enredo "De Paulo da Portela à Nilo Figueiredo... Essa é a história da escola de samba mais brasileira, fazendo o voo com a Águia Altaneira!" do carnavalesco Wenderson Silva.

O evento que terá a participação da velha guarda da Portela de demais segmentos da escola será realizado no dia 07 de dezembro, às 20h.  A entrada é franca!

Monarco e Guaracy

Monarco e Guaracy em Porto Alegre

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

PORTELA - Feijoada Dezembro 2010

Feijoada da Família Portelense será em homenagem ao Dia Nacional do Samba


A próxima edição da Feijoada da Família Portelense, que será realizada no próximo sábado (4/12), a partir das 13h, será em homenagem ao Dia Nacional do Samba.

O tradicional evento da Azul e Branca de Oswaldo Cruz, em parceria com o “Trem do Samba”, terá entre suas atrações Serginho do Porto, cantando sambas que marcaram época no carnaval carioca, grupo Gilsinho e seus capangas, entre outros convidados. 

Às 17h, a bateria com com as velhas guardas da Portela, Mangueira, Salgueiro, Vila Isabel e Império Serrano sairão da quadra da agremiação rumo à Praça Paulo da Portela, onde o idealizador do evento, Marquinhos de Oswaldo Cruz receberá os sambistas para um grande show.

Serviço:

Feijoada da Família Portelense - Homenagem ao Dia Nacional do Samba
Data: 4 de dezembro
Horário: 13h
Local: Quadra da Portela - Rua Clara Nunes, Nº 81- Madureira
Entrada: Franca
Prato da Feijoada: R$ 10
Informações: (21) 2489-6440
Classificação livre

sábado, 27 de novembro de 2010

Monarco e Guaracy

O Instituto Brasilidades comemora o Dia Nacional do Samba de 2010 trazendo para a sua roda na Usina do Gasômetro o grave mais bonito e a melodia do sete cordas da maior ganhadora de títulos do carnaval carioca: Monarco e Guaracy da Portela.

Repetindo o sucesso de 2009, o espetáculo este ano será realizado na Usina do Gasômetro, no domingo dia 28 de novembro.

Veja a programação completa do Dia Nacional do Samba 2010:

13h - Feijoada (convites a R$ 25,00)
15h - Roda de Choro (Entrada gratuita)
17h - Roda do Brasilidades com Monarco e Guaracy da Portela (Entrada gratuita)
Local - Usina do Gasômetro - Centro - Porto Alegre
Data - 28 de novembro, domingo.