quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Momento (Vilma Nascimento - Presidente das 10 mais do Carnaval Carioca - s/d)

Bambas Portelenses (Aval)



Natal, um dos líderes da História da PORTELA é sempre será lembrado quando a Azul e Branco de Oswaldo Cruz passa por momentos importantes!

Tais momentos podemos exemplificar com a contratação do carnavalesco Paulo Barros! Bambas Portelenses já vêem a aquisição lembrando fases áureas da Majestade do Samba, e nada melhor do que estes dois Mestres Portelenses para darem o seu aval!

Monarco, Presidente de Honra da PORTELA, lembrou:

- A história portelense sempre foi de inovação. Foi a Portela que criou a comissão de frente e o apito na bateria, por exemplo. Foi a Portela que colocou pela primeira vez uma mulher tocando surdo. Na época que o Natal era o braço forte, tudo o que fazia sucesso em outra escola, tudo que tinha muita repercussão, ele mandava buscar para a Portela. Então, eu garanto que se o Natal ainda estivesse por aqui, esse rapaz, talentoso e criativo do jeito que é, já estaria com a gente há muito tempo.

Noca, veterano Compositor Portelense e agora integrante da Velha Guarda da PORTELA, também se pronunciou:

- Conheci o trabalho dele no Tuiuti em 2003, quando ele fez um dos desfiles mais criativos que eu já vi com um enredo sobre Portinari. Depois daquele desfile foi que ele chamou a atenção do Fernando Horta, que levou ele para a Unidos da Tijuca. E, por mais que digam que não, o Paulo Barros foi fundamental para o crescimento da Tijuca, que ganhou três títulos com desfiles criados por ele.

Louzada, que pelos últimos dois anos foi o responsável pelo carnaval da agremiação, completou:

- O Paulo é o que a Portela mais precisa neste momento. Alguém que não seja daqui, que traga algo de fora. Eu acho que nunca deixei uma escola sentindo uma coisa tão boa. Acredito que deixo as portas escancaradas para uma possível volta no futuro. Eu sou Portela e nunca deixarei de amar essa escola. Não demos nenhuma declaração no sentido contrário, nem eu e nem a diretoria da escola. O mesmo respeito que sempre recebi aqui na Portela eu preciso ter para com essa diretoria. Desejo enorme sucesso ao meu amigo Paulo Barros.

Já o novo carnavalesco Portelense definiu a sua chegada:

- Hoje tive uma aula de história da Portela e uma aula de samba. É um prazer ter a oportunidade de estar na Portela e poder colaborar, pela primeira vez na minha carreira, com uma escola repleta de estrelas. Já conhecia o estilo que o portelense gosta, assistindo os desfiles. Agora comecei a conhecer a alma portelense e me encantei. Recebi em minha casa dois monstros sagrados do samba. Ouvir o que ouvi deles me fez muito bem. Me senti no meio de dois verdadeiros gurus.

Perfeito o pronunciamento de Monarco! Só para citar, a PORTELA nos seus áureos tempos trouxe Vilma e Benício, da União de Vaz Lobo, nosso querido e Mestre Wilson Moreira, cuja origem é a Mocidade Independente e vai por aí!

A contratação de Paulo Barros é, talvez, a mais importante de décadas da PORTELA! Agora, é apoiar a iniciativa e esperar a Escola ainda mais forte em busca do tão sonhado título máximo!

Candeia (por Teresa Cristina)


quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

PORTELA 2015 (Nilo Sérgio)

Portelenses (Mestres)

Dodô (Homenagem)



PORTELA 2016 (Carnavalesco)



PORTELA 2016
PAULO BARROS
Carnavalesco


A PORTELA já se reestrutura para o desfile de 2016!

O carnavalesco Paulo Barros é o novo carnavalesco da Escola de Oswaldo Cruz! 

A intensão da mais tradicional Escola de Samba é de sempre levar novidades para a avenida e o carnavalesco é uma forte opção para esta mudança.  Agora a modernidade parece ter chegado definitivamente a Azul e Branco.  Porém, nunca deixando de lado o sua característica tradicional de respeitar a base que é o sambista!

O BLOG parabeniza o Presidente Serginho Procópio pela contratação, lembrando que a PORTELA sempre foi uma Escola aonde a procura por grandes nomes sempre foi marca registrada da Azul e Branco! 

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Mestre Marçal (Pela sombra - 1989)



MESTRE MARÇAL
(Pela sombra)

01- Juntar as mágoas
02- Desalento
03- Pela sombra
04- Até de avião
05- Mocotó com pimenta
06- Imagens poéticas de Jorge de Lima
07- Impossível recomeçar
08- Quem dera
09-Povo de Aruanda
10-Fiz o que pude
11-Não diga a minha residência
12-Pouty-pourry - Sofrimento

PORTELA 2015 (Serginho Procópio - Presidente da Portela)