quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

PORTELA 2013 (Barracão)

 
 
 
 
 
 
 

PORTELA, a Majestade do Samba

PORTELA 2013

Valci Pelé, Nilce Fran e Jorge Fernando são destaques da comissão da Portela

A PORTELA em 2013, logo na abertura de seu desfile levará sua ginga que retratará o seu enredo sobre Madureira!
 
Nilce Fran e Valci Pelé, coordenadores da ala de passistas da escola, portelenses históricos, serão uma das atrações da comissão de frente da escola, vivendo malandros no enredo que fala sobre o aniversário de Madureira, bairro que acolheu a Majestade do Samba de Oswaldo Cruz.
 
A dupla foi integrada a um grupo de cerca de 20 bailarinos homens, que representarão a malandragem e a pluralidade cultural do bairro da Zona Norte, em uma comissão que terá como ponto forte a emoção.
 
Marcio Moura, responsável pela Comissão de Frente Portelense revela:
 
- Quando entrei na Portela, vi uma baiana indo se benzer na águia da escola. Ali, vi o que representava a Portela, e foi isso que quis trazer para a Avenida este ano.
 
- Minha ficha demorou a cair quando recebi o convite. Nesses tantos anos de Portela, já vivi muitas emoções. Essa é ímpar.  Venho representando o lado feminino e forte da mulher de Madureira, da vedete. Tem tudo a ver com a história do Mercadão, diz Nilce, que será a mulata de Madureira.
 
- Temos que aproveitar esse momento para poder mostrar nossa arte, a arte da dança do samba, diz Valci, que representará o malandro carioca.
 
Detalhes da Comissão de Frente
 
O rei
Para representar o malandro maior, o diretor Jorge Fernando foi convidado para integrar a comissão de frente da escola. “Madureira sempre foi meu play, ser da comissão é uma honra”.
 
Parte da Velha Guarda da Portela entra atrás da comissão de frente
 
Duas comissões
Antes do abre-alas, a escola preparou uma das suas maiores surpresas. Logo atrás da comissão de frente, virá uma segunda representação da comissão, trazendo alguns integrantes ilustres da Velha Guarda da escola, que é seguida pelo primeiro casal da escola.
 
Workshop de dança
Ao ser convidada para a comissão de frente, a dupla passou por um período de workshops com os bailarinos da comissão, para adaptar seus passos ao trabalho de dança dos profissionais.
 
Diferença de passos
Segundo Valci, apesar dos anos de experiência como passista, a comissão foi uma nova conquista. A principal diferença para o sambista é a marcação e sincronização dos passos, além da responsabilidade de preencher todo o espaço da Passarela do Samba no desfile.
 
Ídolos malandros
Segundo o coreógrafo, a comissão trará várias personalidades que representarão a malandragem. Cada bailarino fará uma interpretação de pessoas que tenham a ver com a Portela e o subúrbio.
 
Homenagem
Segundo Marcio, os dois não poderiam ficar de fora da homenagem por terem feito tanto pela escola.
 
 Jorge Fernando será o malandro maior na comissão de frente
 
Muita emoção, logo no início!  Vamos esperar!

PORTELA (Feijoada - Fev/2013)

000069 portela
 
Serviço:

 Feijoada da Família Portelense
Dia:  Sábado, dia 2/02.
Horário:  13h
Quadra: Rua Clara Nunes, 81, Madureira.
Entrada: R$ 15. Feijoada: R$ 15. Mesa para 4 pessoas: R$ 40.
Reservas de camarotes maiores Informações: (21) 2489-6440.
Formas de Pagamento: Dinheiro.
Capacidade: 6.000 pessoas.

PORTELA - Ensaio 30/01/2013


Wilson Moreira

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Timoneiros da Viola e Yabás

Próximo domingo, tragam a família e os amigos.

Família Diniz

 
Magnatas do Samba convida
 
Família Diniz
 
Serviço:

Teatro Rival Petrobras
Dia 04/02 – Segunda-feira às 19h30
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia
Preço: R$ 45,00 (Inteira)
R$ 30,00 (Promoção para os 200 primeiros pagantes)
R$ 22,50 (Meia entrada para estudante, idoso, professor da rede municipal)
Classificação: 16 anos

Davi Correa (Samba reeditado)

Foto da capa
Davi Correa, um dos maiores bambas portelenses estará, em 2013, vendo seu antológico samba de 1981 ser reeditado pela Tradição!
Seu samba-enredo “Das maravilhas do mar fez-se o esplendor de uma noite”, feito em parceria com Jorge Macedo, como todos sabem, até hoje é um dos sambas mais cantados!
Com o melhor samba do ano a época, a PORTELA ficou prejudicada com a invasão do público, causando prejuízos a Escola!
Favorita, a escola chegou em terceiro lugar, e o seu samba foi o único a ganhar nota máxima dos dois jurados de samba-enredo, levou o Estandarte de Ouro e sobrevive na paixão dos portelenses.
Na receita vitoriosa de David, o principal ingrediente daria calafrios em carnavalescos que gostam de interferir na composição dos sambas. O primeiro passo, diz, é não ficar preso ao que está escrito na sinopse do autor do enredo, e sim interpretar o assunto, confiando no senso de observação. Em 1981, foi assim:
- Eu e o Jorge estávamos na praia em Barra de Guaratiba tomando cerveja quando ele me disse: “David, olha lá o horizonte. Não parece que está subindo?”. Assim surgiram os versos “O mar subiu na linha do horizonte/ Desaguando como fonte”, relembra Davi.
Durante muitos anos, os corações portelenses se deixaram levar por ele de um jeito que tinha mesmo que causar inveja nos concorrentes. Em dez anos (de 1973 a 1982), venceu a disputa na Portela seis vezes e ganhou três Estandartes de Ouro, com diferentes parceiros. Era imbatível, conforme conta o carnavalesco da Mocidade, Alexandre Louzada, presidente da ala Levanta Poeira na azul e branco de Madureira em 1981.
— Ele é safo. Entende o espírito do enredo e o transforma em poesia — diz Louzada, que começou na Portela.
Os autores do samba e o carnavalesco foram nota 10 em harmonia. A letra combinou com os figurinos de Viriato Ferreira, que desenhava para Joãosinho Trinta e deixou Nilópolis para brilhar sozinho. Os chapéus de acetato (película de plástico) transparente e as capas de gaze azul em grande quantidade pareciam água. A ideia era dar à Sapucaí a aparência de um imenso mar, valorizando o conjunto, em vez de destacar algo específico. Da mesma forma que o samba, genérico na descrição do enredo. O verso “Essa onda que borda a avenida de espuma” justificou as fantasias em branco e prata, cores incomuns quando se fala do assunto.
Detalhes não nos deram o título, mas ficou esta obra maravilhosa e que, até hoje, os portelenses se orgulham em cantar em verso e prosa!
Salve Davi!

Portelenses

Robson e Ana Paula (Entrega das Bandeiras)


segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Ala dos Malandros

ATENÇÃO, MALANDROS DA PORTELA

vENHO POR MEIO DO NOSSO COREÓGRAFO, VALCI PELÉ, COMUNICAR QUE NOSSO ENSAIO DE TERÇA-FEIRA, 29/01 SERÁ NA QUADRA DA PORTELA ÀS 20H.

OS MALANDROS QUE AINDA NÃO TIRARAM AS MEDIDAS DA FANTASIA DEVERÃO ESTAR NA QUADRA ÀS 19H. 

POR FAVOR, PEÇO QUE REPASSEM ESTE COMUNICADO AOS NOSSOS COLEGAS. 

OBRIGADO E GRANDE ABRAÇO A TODOS.
 
ALA DOS MALANDROS

O ENSAIO DE TERÇA-FEIRA, 29/01
LOCAL:  QUADRA DA PORTELA ÀS 20H.

OS MALANDROS QUE AINDA NÃO TIRARAM AS MEDIDAS DA FANTASIA

DEVERÃO ESTAR NA QUADRA ÀS 19H.

 REPASSEM ESTE COMUNICADO A TODOS OS PARTICIPANTES DA ALA

Velha Guarda da PORTELA (Entrega das Bandeiras)


Monarco (DVD Dudu Nobre)

 
 
 

Monarco

 
Monarco em livro
 
Monarco, o querido baluarte da Portela, agora terá sua família eternizada!
A história está no “Livro da Família Diniz”,
escrito pelo produtor musical e jornalista Marcos Salles

Nilo Sérgio

Nilo fará seu oitavo desfile à frente da Tabajara | Foto: Alexandre Vidal / Divulgação
 
Nilo Sérgio é um exemplo de identificação entre Escola de Samba e Sambista!
 
Como é a sensação de comandar a bateria da Portela?
 
É um grande prazer. Estou no cargo desde 2006, e venho realizando todo um ciclo de trabalho. Não é todo mundo que consegue desempenhar esta função na sua escola de coração. É muito bom e gratificante poder ser um dos poucos que tem esta honra. Não tem como caracterizar de outra maneira que não seja resumido em alegria.

Possuir uma das equipes de diretores mais jovens do carnaval é um grande diferencial?
 
Acima de tudo são grandes apostas. Existe uma mescla entre a rapaziada mais jovem e também os mais experientes, que fazemos questão de escutar e desenvolver muitas das coisas que estão dizendo. Mas quanto ao pessoal mais novo, são realmente grandes talentos. Garotos com uma mente muito aberta, uma boa dinâmica, estão sempre estudando e querendo acrescentar, criou-se uma grande família.

O Império Serrano também é citado no enredo da Portela. Diante deste fato, a bateria está preparando alguma homenagem?
 
Bom, não tem como falar de Madureira e não falar do Império também. Nós vamos levar a tradicional batida de agogô do Império em um certo momento do samba, também vamos realizar a bossa em ritmo de jongo, que também é muito abordado pela nossa co-irmã, sendo que vamos executá-la com alguns diferenciais, mas acredito que será uma homenagem bem vista pelos imperianos.
 
Como você enxerga a importância das coreografias nas baterias?
 
É algo que levanta o público, eles participam mais, ficam mais animados. Quando a arquibancada se contagia, nós e toda a bateria acaba sentindo toda uma vibração positiva também, acaba sendo um grande atrativo a mais. Mais uma vez vamos fazer alguma brincadeira deste tipo, dará um levante a mais e também acabará gerando uma animação ainda maior, espero que a galera goste.

Existe algum foco e desejo por um novo troféu em 2013?
 
Acho que premiações são consequências de um trabalho bem realizado. Neste ano, mais uma vez outras baterias estão preparando um grande show. A Mangueira vai para a Sapucaí com duas baterias, o Salgueiro voltará a apresentar um grande cartel de bossas maravilhosas, além de um bom ritmo, então, será uma grande disputa. Com certeza eu estou na torcida para que possa conquistar mais um prêmio, mas sei que é uma grande loteria. Mas não vou esconder que caso ganhe, ficarei feliz da vida.

O que podemos esperar da Tabajara do Samba em 2013?
 
Muita garra e alegria. Estamos preparando uma novidade para o Setor 1, queremos fazer a diferença lá, animar o público e contagiar a todos nós para o restante do desfile. Estamos preparando uma surpresa, e será nossa grande aposta. Mas no geral é isso, muita garra. A bateria da Portela vai para a Avenida com uma batida definida, preparada e estudada para não repetir os erros do último carnaval, que fiz questão de estudar muito junto aos meus diretores. Ritmo, cadência, alegria, determinação e garra. Será a apresentação de mais um grande ano de trabalho.

Portelenses (Filhas de Peixe)


BELAS E BAMBAS. Eliane, Cecília , Clarisse e Beatriz no barracão da Portela
Foto: Mônica Imbuzeiro
 
Elas pertencem à mais pura linhagem de bambas. Têm sangue azul e branco correndo nas veias, e no desfile da Portela prometem representar todo o amor pela escola, uma herança de família. Eliane e Beatriz Faria e Cecília Rabelo, filhas de Paulinho da Viola, e Clarisse Nogueira, filha do saudoso João Nogueira, serão destaques da escola de Oswaldo Cruz.

Eliane conta que desfila na Portela há muitos anos, mas que a emoção do desfile será diferente no carnaval deste ano. A sambista, que já compôs para a agremiação azul e branca, destaca que pela primeira vez seu pai é parte do enredo da escola.
 
Desfilo há muitos anos na Portela, já vim na diretoria e na ala dos compositores. Ultimamente, costumo vir no carro junto com a velha guarda. Mas este ano será diferente e muito especial. Pela primeira vez, o enredo tem a visão do papai. Ele já desfilou na escola de todas as formas, até empurrando carro alegórico. Este ano, faz parte do enredo. Isso me deixa muito emocionada e orgulhosa diz Eliane, que desfilará na mesma alegoria que o pai.
 
As três filhas de Eliane também estarão na escola. As duas mais velhas no carro com a mãe, e a caçula, na escola mirim da Portela, a Filhos da Águia:
 
O amor pela Portela é coisa de família brinca.
 
No mesmo carro alegórico estará outra filha de Paulinho da Viola, a atriz e cantora Beatriz Faria. Ela conta que a primeira vez que desfilou na Portela foi em 1995:
 
-  Aquele foi meu primeiro desfile. Foi lindo. Depois de muitos carnavais na Portela acho que esse vai ser único. Fico imaginando o papai no dia do desfile. Ele costuma ficar perguntando se sabemos cantar o samba. Pergunta como está a escola. Vai chegando a hora e ele vai ficando ansioso - setencia.
 
Cecília, a terceira das irmãs que estará na escola, afirma que além da homenagem ao pai dentro do enredo, o desfile deste ano vai marcá-la por outra razão. Ela vai desfilar pela primeira vez como destaque no chão.
 
Sempre vim em carros alegóricos, desde 1995. Algumas vezes até no abre-alas, pertinho da águia. Mas no chão vai ser a primeira vez. Acho que a vibração da escola é diferente. Estou ansiosa e muito feliz diz Cecília, que estará logo à frente do último carro da Portela, onde estará o restante da família da Viola.
 
Dois filhos de outro ícone portelense também estarão na azul e branca. Clarisse e Diogo Nogueira, filhos do cantor e compositor João Nogueira, defenderão a escola que aprenderam a amar ainda pequenos.
 
Clarisse será destaque de uma ala que faz referência a um dos sucessos do pai. Ela brinca que vai precisar usar toda maquiagem à prova dágua.
 
-  Desde que soube que seria destaque da ala Alô Madureira, uma composição do meu pai, estou muito emocionada. No dia do desfile acho que vou precisar de uma maquiagem à prova dágua, para resistir às lágrimas.
 
Para as meninas da Viola vai ser emocionante. Agora, imaginem a minha emoção, com a saudade do meu pai. Vai ser como se eu estivesse sentindo a presença dele no desfile diz, enquanto uma lágrima já molha seu rosto.

O cantor Diogo Nogueira, irmão de Clarisse, também estará na avenida com a Portela. Mas a posição dele no desfile é um segredo que é guardado a sete chaves pela escola. A Portela será a última a entrar na Sapucaí, na madrugada de domingo.

As presenças, já cofirmadas, abrilhantarão ainda mais o nosso desfile!

domingo, 27 de janeiro de 2013

Ala dos Malandros

ALA DO ZÉ PILINTRA

" E N S A I O "

DATA: 27/01/13 (DOMINGO).
LOCAL: QUADRA DA PORTELA.
HORÁRIO: 18h.

sábado, 26 de janeiro de 2013

Diogo Nogueira

 
O Compositor Portelense Diogo Nogueira estará se apresentando no Terreirão do Samba! 
Veja o dia e as atrações:
 
Serviço
Terreirão do Samba
1, 2, 8, 9, 10, 11, 12, 15 e 16 de fevereiro, a partir de 20h
Rua Benedicto Hipólito, s/nº - Praça Onze
Ingressos: R$ 10
Como chegar: Metrô - Estação Central do Brasil
 
Sábado, 02 de fevereiro

 20h30 - 21h00 - DJ Bobn Brown
21h00 - 22h00 - Toda Magian
22h20 - 23h20 - Johnny & Erica
23h40 - 00h50 - Adriano Ribeiro
01h20 - 02h40 - DIOGO NOGUEIRA
03h00 - 04h00 - Imaginasamba
04h15 - 05h15 - Rio Samba Show Carnaval (preto joia, Tinga e Wantuir)

Alice Costa - Musa da PORTELA

 
Jadson Marques/R7
 
Jadson Marques/R7
 
Jadson Marques/R7
 
Jadson Marques/R7
 
Jadson Marques/R7
 

Paulinho da Viola


Paulinho da Viola canta ao lado do intérprete Gilsinho
Foto: Élcio Braga / O Globo

 
Paulinho da Viola, após visita ao barracão portelense, compareceu no Portelão no ensaio de ontem!
 
Foi uma visita inesperada e o auge aconteceu quando ele desceu do camarote da presidência para cantar “Foi um rio que passou em minha vida”, de sua autoria, convidado pelo intérprete da escola, Gilsinho.
 

As 4 mil pessoas presentes foram ao delírio com este samba antológico!
 
- Meu objetivo foi fazer uma visita à escola antes do carnaval. É um prazer, disse Paulinho.
 
- Foi uma surpresa muito grande para mim porque é um samba muito grande. Fiz esse samba como uma saudação à Portela, minha escola. Não imaginava que fosse fazer esse sucesso todo — explicou após cantar seu samba feito em 1970.
 
- Ainda não sei exatamente. Mas não sou o único homenageado. É toda a escola e Madureira, contou com relação a sua participação no desfile.
 
Há um ano sem pisar na quadra da escola, Paulinho da Viola confere ensaio da Portela ao lado da família | Foto: Diego Mendes / Divulgação
 
O portelense ilustre aposta que este ano a Escola de Oswaldo Cruz, tem tudo para fazer um grande carnaval. 
 
- Acho que Portela vai fazer um grande desfile. Tem samba pra isso. O samba empolga bastante. Creio que todos nós esperamos isso. Quando você vai participar, você quer ganhar, fazer o melhor possível. Acho que teremos um bom desfile, finalizou o Compositor Portelense.
 

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

PORTELA 1970


Portelenses (Final do V Concurso de Samba de Quadra)

 


Celsinho de Andrade e Celso Lopes (3o. Lugar)
 
 
O Samba Campeão, Alma do Samba, foi em homenagem aos 80 anos de Mestre Monarco!
 

Paulinho da Viola


O grande Mestre Portelense, Paulinho da Viola visitou o barração da PORTELA!
 
Ele será um dos homenageados do enredo sobre Madureira, o Compositor Portelense Paulinho da Viola visitou ontem o barracão da escola, na Cidade do Samba.
 
Animado, o cantor conversou com o carnavalesco Paulo Menezes e conheceu as alegorias que a escola levará para a Sapucaí.
 
Conforme organização de desfile, Paulinho virá no último carro alegórico fechando o desfile da Escola de Oswaldo Cruz!

Wanderley Monteiro

 
Serviço:

Casa Rosa Cultural: Rua Alice, 550 – Laranjeiras (2557-2562)
Quando: domingo, dia 27, às 17 horas
Ingressos: 35 reais (entrada com feijoada), 25 reais (entrada sem feijoada) ou 15 reais (até 19 horas com 1 quilo de alimento não perecível)
Capacidade: 600 pessoas
Classificação: 18 anos

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Luiz Ayrão


Luiz Ayrão no Clube da Feijoada
Data: 09/02 (sábado)
Horário: das 13h às 19h
Local: salão social da sede de campo
 (Rod. Vereador Geraldo Dias, Km 70,4 – Parque Centenário)
Ingressos (a partir do dia 29/01):
Associada: R$ 60
Associado: R$ 80
Convidada: R$ 120
Convidado: R$ 160
Criança (de oito a 12 anos): R$ 50
Classificação etária: livre
Informações: (11) 4582-3220

Eliane Faria

PORTELA 2013 (Comissões)



A PORTELA foi a última Escola a levar na sua Comissão de Frente nobres Compositores de sua Velha Guarda (foto:  Comissão de Frente de 1991)!
 
Para 2013, além de sua Comissão de Frente que abrirá a Escola, a agremiação contará com outra Comissão, a da Velha Guarda, como outrora!
 
Mais um, dos diversos detalhes deste enredo que promete!  Vamos esperar!

Majestade do Samba (18ª Edição)

O Majestade do Samba entra em Dezembro/05!
Não deixe de saber de fatos portelenses diários!  Acompanhe!

PORTELA 2013 - Comissão de Frente

Ala dos Malandros


ALA DOS MALANDROS DA PORTELA

" E N S A I O "

DATA: 24/01/13 (QUINTA-FEIRA).
LOCAL: CIDADE DO SAMBA.
HORÁRIO: 20h.

PORTELA 2013 - Organização de Desfile


Para contar a história de Madureira, o bairro que a acolheu, a PORTELA levará para a avenida o seguinte cronograma:

- Abertura

A Majestade do Samba começa com Paulinho da Viola tentando entender o que é o amor que ele sente pela Portela e mergulha fundo na história de Madureira. O desfile começa lembrando o campeonato de 1970, com o enredo “Lendas e mistérios da Amazônia”. A águia, abre-alas mais tradicional do Mundo do Samba e símbolo da escola, estará neste setor.

- Segundo Setor

O segundo setor do desfile conta a formação histórica do bairro, com suas fazendas e canaviais.

- Terceiro Setor

O terceiro setor contará a formação religiosa, que mistura festas católicas e do candomblé e traz elementos característicos como o jongo.

- Quarto Setor

O quarto setor vai retratar o desenvolvimento econômico e comercial do bairro. Mostra a chegada do trem a Madureira e dos imigrantes árabes e judeus, dos italianos e da única fábrica de massas e biscoitos da região. Também destacará o Mercadão de Madureira, grande pólo comercial como também atração turística.

- Quinto Setor

O quinto setor mostrará o cultural de Madureira, com gafieiras, os bailes charm embaixo do Viaduto Negrão de Lima, o movimento da black music e os campeonatos esportivos, como o basquete de rua, realizados no local vão estar no quinto setor do desfile.

- Sexto Setor

O sexto setor lembrará o samba da PORTELA e o carnaval de rua, com os famosos blocos de piranhas da região, neste setor, a Escola de Oswaldo Cruz fará uma homenagem a coirmã Império Serrano. Estarão presentes o compositor Arlindo Cruz, Dona Ivone Lara, Jorginho do Império e Tia Maria, do jongo da Serrinha.

- Encerramento de Desfile

Para fechar o desfile mostra quando Madureira vira inspiração para várias músicas. Ou seja, termina com Paulinho da Viola chegando à Sapucaí inspirado por Madureira, junto com a Velha Guarda da Portela, a mais importante do Mundo do Samba!

Muita emoção, é o que espera o desfile da PORTELA!

PORTELA 2013 - Águia (Abre-Alas)


PORTELA 2013 - Águia

PORTELA 2013 - Barracão

Figura do Preto Velho vem no carro da formação religiosa

Funcionários se empenham para preparar carros a tempo do carnaval

Pintor capricha no detalhe do batom na mulata

Artesãos trabalham nas escultura das alegorias

Muitas mulatas vão estar nos carros da Portela

Artesão se empenham na decoração das alegorias

Um dos carros da Portela com trabalho adiantado

Mulatas são esculpidas para compor alegoria da Portela